• Isabelle Lima

Conhecendo as terras escandinavas

Quero te mostrar hoje um pouco sobre o que eu gosto mais nessa região europeia que engloba a Dinamarca, a Suécia e a Noruega, países com histórias de grandes exploradores antigos, e fatos que você provavelmente não sabia, já que ao mesmo tempo que são países famosos são um tanto distantes do nosso cotidiano.


Oslo, capital da Noruega, possui lindos fiordes, um museu construído em volta de um barco de verdade, esculturas de corpos tão realistas, que se estiver muito frio, dá vontade de emprestar o casaco, isso é um pouquinho da experiência de conhecer essa cidade moderna e próspera. Vou te explicar um pouco melhor. Essas esculturas que citei são de Gustav Vigeland, um artista que expos ao ar livre várias esculturas de corpos, uma delas com 121 corpos entrelaçados e amontoados até o alto, são figuras que representam o ciclo da vida e fazem você se perguntar o que estão fazendo lá. Para falar dos fiordes e do museu você precisa saber que eles valorizam suas raízes culturais, os vikings, seus antepassados, foram grandes exploradores que viviam perto do mar, então construíram enormes embarcações, com infraestrutura para viagens que durariam anos com o objetivo de explorar o mundo e hoje você tem a possibilidade de conhecer o interior e como funcionavam esses navios.


Quero falar também de Bergen, uma outra cidade norueguesa, a segunda maior do país e famosa pelas lindas montanhas que circundam a cidade. É aqui que acontece um dos festivais de música mais famosos do país. Nessa cidade também existe um famoso mercado de peixe, que pode não parecer nada demais, mas tem muita variedade e é cercado por restaurantes deliciosos, onde você pode apreciar pratos típicos do país e, ao mesmo tempo, contemplar uma vista maravilhosa do lago. Aliás, não deixe de experimentar o bolinho de peixe que é muito tradicional na região. Outra visita que vale a pena é Bryggen, um dos cartões postais mais famosos da cidade com aqueles predinhos um ao lado do outro, coloridos, tudo muito charmoso, repleto de lojas, restaurantes e cafés. O passeio vai te render fotos muito legais, principalmente à noite com a iluminação típica desse lugar.



Continuando, quero te contar sobre Copenhague, na Dinamarca. Não posso deixar de falar do porto Nyhavn que é o ponto “mais” turístico da cidade na minha opinião, tem as famosíssimas casas coloridas, uma ponte em que as pessoas penduram cadeados para simbolizar seu amor e alguns barcos que ainda passam por lá. Também é a cidade quem tem alguns tipos de cachorro-quente bem diferenciados, com picles, por exemplo e eu acho que sempre vale a pena experimentar uma comida tão famosa, mas de forma tão incomum para nós, como é o caso dos vendidos por lá. Copenhague também tem a Praça da Prefeitura, construída lindamente com uma arquitetura nacional, onde existem algumas estátuas, uma delas é do escritor de Pequena Sereia, A Rainha do Gelo que deu origem a Frozen, A Roupa do Imperador e O Patinho Feio, todas histórias que conhecemos e saíram de uma cabecinha Dinamarquesa. A Dinamarca para resumir tem muitos pontos turísticos que enchem o coração de quem ama conhecer não só a cidade, mas um pouco sobre sua história, e como uma boa capital europeia atrela isso muito bem com a modernidade.


Para esse final eu deixei a Suécia, um país com uma cultura prática, moderna, com uma capital simplesmente linda, se você visitar a cidade antiga vai conseguir ver as primeiras casas da cidade. Sua história mostra uma capacidade muito grande daquele povo de resolver os problemas da forma mais prática possível, enfrentando problemas típicos da antiguidade e os resolvendo, uma característica que dura até hoje quando falamos de sustentabilidade ou com a cultura minimalista bem presente nas casas ou no modo de se vestir, por exemplo. Para cada lugar que você vai em Estocolmo com certeza vai ter alguma surpresa, você pode se deparar com a rua mais estreita da Europa, ou com igrejas enormes e lindas. Aqui você vai poder ver também o banco nacional mais antigo do mundo, enfim o que quero dizer é que é um dos centros históricos mais bem conservados da Europa, você vai poder conhecer muito sobre os suecos e sobre toda sua história ao andar por suas ruas ou fazer uma parada em um dos cafés que tem na cidade...É um lugar que eu simplesmente amo!




Quer receber mais conteúdos? Assine!

arrow&v