• Maris Machado

NATAL | A cidade do Sol


Palco de marcos históricos, clima privilegiado e de uma geografia que possibilita a alteração do estado de espírito de qualquer pessoa, Natal é um lugar cheio de cenários perfeitos e pontos turísticos únicos. Com lagoas, praias, dunas, rios e piscinas naturais, o município confere a possibilidade de múltiplas experiências e uma diversidade imensa de passeios que ficarão para sempre guardados em sua memória. É impossível não se apaixonar pelas praias de areias bem branquinhas e o mar incrivelmente azul e transparente.


O QUE CONHECER

A melhor forma de conhecer o máximo de atrativos durante a sua estada é alugando um carro. Agora, se o seu desejo for mergulhar na ideia do tratamento e relaxamento, é possível reservar pacotes antecipadamente e desfrutar de uma agenda pré-programada e não se preocupar com mais nada. Vale ressaltar que é bom deixar um ou dois dias livres para desfrutar das facilidades dos resorts, caso essa seja sua opção. As opções para tomar banhos de mar nas praias são variadas. Cada uma com sua particularidade e beleza natural.



Ponta Negra


Além de ser o melhor local para ficar hospedado, é aqui que fica um dos principais cartões postais de Natal, o Morro do Careca, uma duna de 107 metros que permanece fechada à visitação desde a década de 90 com o objetivo de preservação e proteção da área.


Dunas de Genipabu


Super famosa por seus passeios de buggy “com ou sem emoção” e a descida de esquibunda é uma atração imperdível e incrível. Uma sensação de friozinho na barriga indescritível. Fica a mais ou menos 40 minutos de carro de Natal.


Parrachos de Maracajaú

Aqui você pode desfrutar de um mergulho em um dos parrachos, como são localmente chamados os recifes em águas cristalinas cercados de barreiras de corais. A cor da água é impressionante. É considerado o segundo melhor ponto de mergulho em mar aberto do Brasil. Ainda dá para fazer um passeio de quadriciclo pela praia e conhecer as falésias e dunas que também fazem parte do cenário. Fica a cerca e 1h de carro de Natal.


Praia da Pipa

Pipa fica a mais ou menos 1h30 de distância de Natal. O ideal é combinar alguns dias de hospedagem por aqui porque tem bastante coisa para conhecer. A praia fica em Tibau do Sul, região cheia de outras praias lindas, como a Praia do Amor, Praia dos Afogados, Praia do Porto, Baía dos Golfinhos. Aqui você encontra bons restaurantes, uma vida noturna um pouco mais agitada e provavelmente vai conseguir ver alguns golfinhos e tartarugas.


Lagoa de Pitangui e Lagoa do Jacumã

As lagoas de Natal também são muito famosas e cheias de atrações como esquibunda e aerobunda. Vale a pena conhecer pelo menos uma delas. Ficar de bobeira em uma rede na varanda já é uma delícia, imagina deitar em uma rede dentro de uma lagoa enquanto curte uma paisagem incrível, completamente relaxante e revigorante. Estas ficam a aproximadamente 35km de Natal e normalmente podem ser incluídas em passeios de buggy pela região.


Rotas do Sol

Se você pretende fazer a viagem entre Natal e Pipa, não deixe de ir pela estrada conhecida como Rota do Sol, o caminho é cheio de mirantes e pontos turísticos interessantes que valem a parada. Você encontra por exemplo o Centro de Lançamentos de Foguetes da Barreira do Inferno, vai conhecer o maior Cajueiro do Mundo em Pirangi, passa pelo Mirante dos Golfinhos, que, para uma apaixonada por eles como eu, é um ponto de parada obrigatório para tentar avistá-los, mesmo que de longe. Dentre outros mirantes com paisagens lindas.


Festival e agenda cultural

Responsável pelo setor cultural, a Fundação Cultural Capitania da Artes (FUNCARTE) acompanha, planeja e executa a política cultural do município elaborando projetos e atividades visando o desenvolvimento cultural. A agenda cultural é bem rica vale a pena conferir a programação durante o período que estiver por lá. O que me chamou a atenção foi o Combo Cultural DoSol, que é uma iniciativa de pessoas que gostariam de viver apenas da música autoral apostando na cultura como meio de sobrevivência. Eles cresceram tanto que criaram um Centro Cultural, uma gravadora, o famoso Festival DoSol, que em sua última edição reuniu mais de 50 artistas da cidade e outros estados entre outras atividades. Hoje, 15 anos mais tarde, promovem diversas ações e projetos, como Circuito Cultural do Ribeira e a Virada Cultural na cidade abraçando a cidade como um todo, para diversos públicos e não somente uma atração para os turistas.


ONDE FICAR

Os locais mais frequentados e com uma variedade hoteleira considerável são Ponta Negra e a Via Costeira com cerca de 10km de distância uma da outra. Depende muito do que você pretende fazer durante sua viagem, se sua intenção é curtir um Resort a beira mar, vale ficar na Via Costeira. Agora, se tem intenção de viver um pouco mais da cidade e fazer passeios pela região, o que é bem interessante para tornar sua visita ainda mais completa, vale ficar na praia de Ponta Negra, que possui a maior estrutura de hotéis, restaurantes e comércio. Em um dos trechos de Ponta Negra tem um calçadão somente para pedestres que me parece o mais charmoso. O Coral Plaza Apart Hotel e Rifoles Praia Hotel são boas opções nessa região. Se sua preferência for por uma vida noturna um pouco mais agitada, um pouquinho mais adentro do bairro, você encontra o Best Western Premier Majestic Ponta Negra.



Outras opções seriam os resorts, como o Ocean Palace Beach Resort & Bangalows que é um All Inclusive Premium, categoria 5 estrelas e que oferece inúmeras opções de lazer, alimentação, recreação e relaxamento. É considerado por muitos o melhor resort da região. Limpeza, atendimento e localização são pontos mais bem avaliados pelos usuários. Além deste, você encontra o SERHS Natal Grand Hotel & Resort, localizado na Via Costeira entre as praias Ponta Negra e Areia Preta perto dos principais atrativos potiguaras como o Parque da Dunas e o Bosque dos Namorados também oferece 5 opções de restaurantes e 3 de bares. Ambos são ótimas opção para quem viaja com crianças e têm planos de retomar as atividades no início de setembro adotando novas medidas preventivas contra o Covid-19.

O QUE COMER

Com o objetivo de somar a experiência e contribuir com a sua recuperação pós confinamento, nada mais prazeroso do que se deliciar com uma alimentação rica em sabor e cor. Baião de dois, paçoca de carne de sol, cuscuz com frango, galinha ao molho pardo, feijão verde, são algumas das comidas típicas da região, mas, quem rouba a cena é o camarão, servido de várias maneiras, aqui você tem a oportunidade para de  Está mais do que comprovado que em Natal é possível recarregar todas as energias e voltar com o corpo e alma curados após um bom banho de mar nas terras potiguares.

COMO CHEGAR

Existem diversas opções de voos diretos com destino ao Aeroporto Internacional de Natal. Para ter uma ideia, em cerca de 3h30 desde São Paulo, 3h desde o Rio de Janeiro ou ainda 1h30 desde Salvador, você chega em uma das praias mais belas do Nordeste. As companhias que voam para lá são a Gol, Azul e a LATAM.

QUANDO IR

De certo, o ideal é permanecer por, no mínimo, 5 dias. Se estiver com tempo esticar até 10 dias na cidade potiguara, pois entretenimento é o que não falta. Com um clima tropical úmido e verões secos, a melhor época do ano para visitação é de outubro a fevereiro, que o tempo está firme e o sol estralando.  Mas não se preocupe se só puder visitar a cidade em outra época do ano, Natal confere o título de Cidade do Sol pois tem mais de 300 dias de sol por ano. Se deseja saber mais e reservar o seu espaço nesse paraíso, entre em contato conosco.  Um grande abraço, viajante!




Quer receber mais conteúdos? Assine!

arrow&v