• Maris Machado

SALVADOR | A essência do Brasil


Salvador é uma daquelas cidades que se você não conhece, já ouviu falar muito. Com uma energia contagiante e regada de história, cores, festas e sabores, te permite a imersão cultural de um dos municípios que mais resistem com suas tradições e religiões. Situada na região nordeste do Brasil, hoje, é a capital do estado da Bahia. No passado, foi a capital do país por pouco mais de dois séculos. Muito conhecida por suas belezas naturais, povo animado e gastronomia que bebe na fonte da cultura africana. O carnaval na cidade é uma atração única. É uma das festas mais desejadas pelos foliões de várias partes do mundo. Para quem gosta de agito, calor e muita diversão é, imperdível. O interessante aqui é que você pode montar o roteiro que lhe convém pois o município oferece uma gama de opções de entretenimento, lazer e cultura.


O QUE CONHECER Visita obrigatória é no Centro Histórico, que é coração de Salvador. Tombado como Patrimônio Mundial da UNESCO, com a Arquitetura no estilo Colonial datada do século XVII, situado no Largo do Pelourinho é o cartão postal da capital. Lá é possível visitar as muitas igrejas – que estão na casa das centenas – e receber uma verdadeira aula de História da Arte a partir de então. A exemplo disso as Igreja e Convento de São Francisco, a Catedral Basílica de Salvador e a Igreja Nossa Senhora do Rosário dos Pretos, são impressionantes. No Pelourinho, também é possível acompanhar o importante trabalho que vem sendo realizado, nos últimos 40 anos, pelo Grupo Afro Olodum. Um bloco-afro carnavalesco que tem como proposta combater o racismo, a discriminação social, o empoderamento e a valorização da cultura negra através da música promovido pela Fundação Cultural Palmares. Quando o bloco se apresenta, você sente cada vibração. A essência da Bahia está ali presente. Assistir uma apresentação de roda de capoeira, acessar a cidade baixa através do famoso Elevador Lacerda e ir ao Mercado Modelo conferir a variedade de artesanato que imprimem a imagem da Bahia é uma das atrações que super recomendo em uma visita a essa cidade que transborda a alegria do seu povo. Assistir ao pôr do sol no Farol da Barra também é imperdível! Aqui vale ressaltar que é legal chegar bem antes do acontecimento para garantir um espacinho, pois é bem concorrido. E por último, e não menos importante, se renovar em uma das praias próximas da cidade. Minhas recomendações vão para a Praia do Porto da Barra, bem pertinho dali, cerca de 4km, é ideal para banho com águas bem clarinhas e calma. Legal para quem vai com crianças. E claro, passar uma tarde na Praia de Itapuã e admirar a beleza do local como já recomendava o poeta Vinicius de Moraes.

ONDE FICAR Os bairros mais bem localizados e com uma infraestrutura preparada para receber os visitantes são: o bairro do Rio Vermelho, Barra Ondina, Pelourinho e Itapuã. O Mercure Salvador Rio Vermelho (4*) é uma ótima opção para quem quer ficar bem próximo dos principais atrativos e ter acesso a bons serviços de acomodação. Fica localizado há 20 km do Aeroporto Internacional de Salvador – Deputado Luiz Eduardo Magalhães. Seu destaque vai para a piscina de borda infinita de frente para o mar. Um escândalo!

Há 2km do Centro do Pelourinho, está o Hotel Bahia do Sol (3*) discreto e bem localizado. Tem ótima avaliação, certificado de excelência pelo Trip Advisor. Seu destaque vai para o selo do Turismo Responsável com protocolos seguindo as orientações sanitárias em combate ao COVID-19. Se tiver planos de ir para lá, entre em contato comigo, vai ser um prazer te auxiliar a ter essa incrível experiência.


O QUE COMER Sendo a base da culinária baiana, o azeite-de-dendê, tirado da semente da Palmeira de origem africana, trazida por escravos no século XVI, possui grande personalidade e sabor único. Ingredientes como o coco, gengibre, coentro, tomate, pimentão e cebola dão cor e aromas que vão ficar na memória do visitante por longa data. No Pelourinho, é possível encontrar bons restaurantes, assim como nas ruas também. Importante lembrar que, nos hotéis, há ótimas opções de restaurantes que oferecem pratos locais elaborados por chefs. Quer provar o melhor acarajé da cidade? O quitute baiano que foi tombado como patrimônio imaterial pelo Patrimônio Artístico e Histórico Nacional (IPHAN), consiste em ser um bolinho de feijão frito no azeite-de-dendê recheado com vatapá, pimenta, camarão seco refogado com cebola e azeite-de-dendê e molho vinagrete. É uma delícia. Você o encontra espalhado por toda a cidade, servido pelas famosas baianas. Mas é no Acarajé da Dinha, no centro de Salvador, na praça localizada na Rua Dr. José Peroba, 953-1043, que você se delicia com o mais famoso acarajé do Brasil. Se puder, não deixe de provar. O Coco Bambu Restaurante oferece uma gama de opções, como moquecas, lagostas, camarões e deliciosas sobremesas, como a cocada ao forno, servida ainda quente. Há opções veganas e vegetarianas, vale a pena conferir. Não chegue nos restaurantes com fome, pois o atendimento apesar de super atencioso é um pouco mais demorado do que estamos acostumados em São Paulo, por exemplo.


COMO CHEGAR Existem diversas opções de voos diretos com destino ao Aeroporto Internacional de Natal. Para ter uma ideia, em cerca de 3h30 desde São Paulo, 3h desde o Rio de Janeiro ou ainda 1h30 desde Salvador, você chega em uma das praias mais belas do Nordeste. As companhias que voam para lá são a Gol, Azul e a LATAM. QUANDO IR De certo, o ideal é permanecer por, no mínimo, 5 dias. Se estiver com tempo esticar até 10 dias na cidade potiguara, pois entretenimento é o que não falta. Com um clima tropical úmido e verões secos, a melhor época do ano para visitação é de outubro a fevereiro, que o tempo está firme e o sol estralando. Mas não se preocupe se só puder visitar a cidade em outra época do ano, Natal confere o título de Cidade do Sol pois tem mais de 300 dias de sol por ano. Se deseja saber mais e reservar o seu espaço nesse paraíso, entre em contato conosco. Um grande abraço, viajante!

 

Quer receber mais conteúdos? Assine!

arrow&v