• Deborah Albuquerque

TULUM | O Paraíso dos Cenotes

As belezas naturais do México

Toda a península de Yucatán no México, é por si só um recanto de belezas naturais. Com belas praias, sítios arqueológicos em meio à natureza, hotéis e vivendas de alto luxo e com certeza os inesquecíveis cenotes (cavidade natural ou dolina, que se assemelha a uma caverna e em seu interior existem piscinas naturais). Ao sul da península temos Tulum, local que respira história, lá você terá a oportunidade de viver um pouco da cultura Maia, a fascinante civilização que há anos intriga a sociedade com suas construções em um período sem estrutura. O destino é um dos mais visitados do México hoje em dia e, sem dúvida nenhuma, merece fazer parte dos seus próximos planos de viagem. A cidade fica em Quintana Roo, México e está a cerca de 130 quilômetros de Cancún. Muita gente só vai até Tulum para uma visita às ruínas, mas a cidade tem outros atrativos que valem a pena a estada por pelo menos 3 dias, assim, a sugestão é já sair do aeroporto de Cancun com um carro alugado e seguir viagem pela Riviera Maya. O percurso deve demorar algo em torno de 1h40. Além da viagem ser tranquila e te dar mais liberdade, o carro é a melhor forma de se locomover e conhecer os atrativos de Tulum.


O que fazer?

Tulum se tornou um destino super procurado por artistas, famosos e influenciadores digitais. Embora não tenha grandes atrativos turísticos ou fachadas seguindo uma linha colonial mexicana, ela conta com lojas de artesanato local, restaurantes, bares, clubes, mercados e comércio local. Entretanto o que faz de Tulum um local paradisíaco são seus atrativos naturais. Suas praias com água cristalina azul turquesa, cenotes de todos os tipos e tamanhos e sítios arqueológicos. Ao todo são mais de 7 mil cenotes em toda a península, o que torna a passagem por todos quase impossível para um viajante. Mas não vamos te abandonar nessa difícil missão de localizar os mais encantadores e famosos cenotes da região. 


Gran Cenote

Este é um dos mais famosos e mais bonitos da região, fica a apenas 5 quilômetros de Tulum e tem áreas abertas que permitem a entrada direta da luz do sol, deixando a água com tons de cair o queixo. Além da vegetação exuberante, aqui você consegue ver vários peixinhos e quem sabe até cruzar com algumas tartarugas.


Cenote dos Ojos

Este fica dentro do Parque dos Ojos, dando acesso a outros cenotes como o Jaguar, El Pit, Nicte Há e Los Monos. Com duas piscinas naturais ligadas por uma passagem subaquática, o cenote dos Ojos oferece atividades de mergulho para pessoas experientes (mergulho com cilindro) e para os que querem se aventurar mesmo sem ter nunca usado uma máscara de mergulho. Independente da escolha a experiência será incrível. O local possui um clima de praia e de natureza ao mesmo tempo. Optando pelo mergulho de snorkel você terá um guia para poder entrar na caverna nadando. Este cenote possui um dos melhores custo benefício dado a estrutura que possui.


Cenote CarWash

Este cenote mais se assemelha a um lago e ao mesmo tempo consegue impressionar por sua água translucida. Chegando lá, você consegue alugar material de mergulho para além de curtir a vegetação, nadar um pouco. Há um valor a ser pago na entrada, mas este é o principal cenote de batismo dos mergulhadores portanto você pode presenciar aulas enquanto esta por lá.


Cenote Ik Kil

Este fica no caminho até Chichén Itza e é bastante concorrido, por isso é bacana chegar bem cedo ou no final do dia. O lugar é incrível e ideal para relaxar e admirar a perfeição da natureza. A água do cenote é mais densa, por isso você afunda mais rápido. A dica é alugar um colete para que você possa curtir com menos esforço e mais segurança.


Cenote Azul

Esse é completamente aberto e a cor é divina. A água é gelada, mas tem o sol para ajudar no mergulho. Você pode escolher entrar de uma vez pulando pela pedra mais alta ou entrar de forma gradual pelas pedras laterais.

Os Sítios Arqueológicos

Uma das atividades imperdíveis para quem está passando por Riviera Maya e arredores, é conhecer pelo menos uma das ruínas Maias. Ao todo são 4 próximas a Tulum:  Chichén Itzá, Ruínas de Tulum, Ruínas de Cobá e Ruínas de Ek Balam. Para otimizar seu tempo, nós recomendamos as duas primeiras e vamos explicar porquê.


Ruínas Mayas - Chichén Itzá

Se você foi até o caribe Mexicano, você precisa conhecer Chichén Itzá, uma das 7 Maravilhas do Mundo Moderno. Localizado a 140 quilômetros de Tulum, vale a pena separar meio dia para conhecer o sítio arqueológico Maya de Chichén Itzá. A maneira mais fácil de se chegar lá é de carro, porém também há opções de passeio com transporte, valor do ingresso de entrada e parada em algum cenote famoso incluso. Com ruínas muito bem conservadas, a impressão é que realmente se está no período maia. Ao chegar você se depara com o templo de Kukulkán (não se preocupe, os nomes nos idiomas nativos parecem complicados, mas você irá se familiarizar). Além dos demais templos, ruínas e colunas, há também o famoso jogo de bola Mesoamericano ou simplesmente o “campo de futebol Maya”. Há também vários vendedores de artesanato local, e se quiser se aprofundar na história milenar dos maias, pode contratar um guia local. Uma informação importante é que, em Chichén Itzá não se pode subir nas pirâmides e ruinas.


Ruínas de Tulum

Este sítio arqueológico não é tão conhecido como o anterior, mas há algo especial nas Ruinas de Tulum, a localização. Nestas ruínas se pode ver desde o mirante, o mar. Portanto é o único sítio arqueológico na praia. E no final do passeio, se a praia estiver aberta, pode aproveitar para se refrescar.


Quando ir?

Se você quer aproveitar muito sua estadia por lá, a época que indicamos para ir é entre novembro e março, período de alta temporada devido as festas de final de ano e baixa possibilidade de chuva. Uma dica, evite ir para lá entre junho e outubro, período de chuvas podendo também ter tempestades tropicais ou furacões.


Onde comer?

A cidade tem diversas opções gastronômicas à beira mar, onde você pode desfrutar sua refeição enquanto curte a praia. Além disso, você só consegue acessar a maioria das praias de Tulum consumindo em um restaurante ou estando hospedado em um hotel por ali. Os valores são mais altos do que em Tulum Pueblo, onde fica o centrinho e você encontra opções mais baratas, porém bem simples.


Dicas Práticas

  • A estrutura em Tulum ainda é rústica, nem todos os hotéis na zona hoteleira possuem energia elétrica e alguns restaurantes não aceitam cartão de crédito

  • A maioria dos estabelecimentos aceita dólar americano, mas é interessante ter tanto dólares quanto pesos mexicanos, assim você pode analisar as taxas cambiais e escolher qual melhor a ser usada no momento.

  • Leve em sua bagagem roupas leves e confortáveis, óculos escuros e chapéu (ou boné) e uma mochila para carregar água, lanches e roupa de banho nos passeios.

  • Considere repelente e protetor solar como itens básicos em sua mochila.

  • A entrada nos cenotes e sítios arqueológicos não é gratuita.

Este é o post do seu blog. Blogs são uma ótima maneira de se conectar com seus visitantes e fazer com que eles retornem. Também podem ser úteis para se posicionar como autoridade no assunto que você abordar. Para editar seu conteúdo, clique em Gerenciar Blog. Do seu painel de controle, você pode editar posts e também adicionar novos posts com facilidade.

Quer ajudar seus visitantes a explorar mais conteúdo? Crie categorias. Quando você escreve um post, você pode adicionar 3 categorias. Essas categorias aparecem no menu de navegação do seu blog, então escolha categorias que abordam os principais tópicos do seu blog. Ex: Comida, Moda, Viagem, etc. Para uma navegação mais fácil, é melhor manter os nomes das suas categorias curtos - 1 a 2 palavras por título. Para um melhor visual no menu de navegação do seu blog, nós recomendamos no máximo 7 categorias.





#mercados #viagem #mundo

Quer receber mais conteúdos? Assine!

arrow&v