• Isabelle Lima

Uma experiência (quase que) obrigatória é visitar a Índia e o Nepal

Hoje escolhi falar sobre a Índia e acredito que Delhi é uma ótima introdução desse país, é a capital política da Índia, tem 19 milhões de habitantes e é um pouco de tudo que forma a Índia. Quero já te preparar para o choque que você terá ao chegar, é tudo muito diferente do que estamos acostumados, e é necessário chegar de coração aberto para aprender tudo que a Índia pode te ensinar, mas em um primeiro momento é inevitável que tudo seja surpreendente para você. Algo interessante em Delhi é a presença mulçumana, muitas vezes quando pensamos na Índia só pensamos na religião hindu, no budismo, mas houve um momento de dominação mulçumana nessa história, e com isso surge o Qutub Minar que é um monumento que marca o início dessa dominação, e é uma das mais importantes “torres da vitória” no mundo Islâmico. Outra construção impressionante e que você não pode deixar de conhecer é o túmulo de Humayun, primeira construção que uniu mausoléus e jardins e serviu de inspiração para a construção do Taj Mahal. 

Nosso próximo destino, fazendo o famoso triângulo de ouro é Jaipur, a famosa “cidade rosa”, que há muito tempo foi toda pintada dessa cor para receber um príncipe de Gales e ainda hoje a tradição continua, por isso ainda é conhecida por este apelido. Um ponto importantíssimo a ser visitado em Jaipur é o Jantar Mantar que é constituído por três elementos da astronomia arquitetônica, é uma arquitetura bem diferente, e foi inclusive considerado Patrimônio Mundial em 2010, pela UNESCO. E uma outra preciosidade na cidade é o Palácio Hawa Mahal, que teve sua forma inspirada em uma coroa e é lindíssimo. Ainda nessa impressionante cidade histórica você tem que ver o Jal Mahal, é um palácio que hoje se encontra construído no meio de um lago, mas na época de sua criação eram tempos de seca e hoje alguns andares são submersos, e por isso geram grande curiosidade em quem visita Jaipur. 

Continuando, vamos conhecer um pouco mais sobre Agra, a cidade que abriga o famosíssimo Taj Mahal e, para quem não sabe, a história desse lindo monumento é que o quinto imperador mongol perdeu uma de suas esposas, que era o grande amor da sua vida, enquanto ela dava à luz ao seu décimo quarto filho, então ele decidiu fazer essa construção em homenagem a ela. É um complexo enorme para conhecer e tirar muitas fotos, porque o lugar é realmente lindo e muito instagramável. Bem perto do Taj Mahal (aproximadamente 2,5km) fica o Forte de Agra, é uma cidade palácio que serviu de residência para os reis da Dinastia Mongol, e é a fortificação mais importante do país, existem muitos outros pontos lindos nessa cidade que, para mim, é por si só uma experiência diferenciada, e por isso imperdível. 


É muito comum que após uma viagem pelo Triângulo Dourado você visite o Nepal, que é um complemento ótimo a tudo que você vai viver na índia, foi um país que ficou fechado para o resto do mundo até 1951, e depois se tornou um destino de desejo para os hippies e depois para quem gosta de aventura, já que por lá você encontra 8 das 10 maiores montanhas do mundo. Nesse país a religião mais presente é o Hindu, então é comum ver muitos monumentos, templos e pontos turísticos que fazem referência aos seus valores sagrados. Em Kathmandu, você vai poder conhecer alguns monumentos cheios de história como o Templo de Kumari, que é a casa que abriga uma deusa viva, eleita hoje por um sumo sacerdote e é uma criança dedicada à sua posição de deusa até sua menarca, e faz aparições públicas em apenas um horário específico do dia, conhecer esse templo é interessantíssimo, pois a ideia de uma deusa viva é bem exótica para nós. É também uma região tranquila, um sentimento de cidade do interior praticamente. Uma recomendação culinária bem conhecida na cidade é o Snowman Café, lá todos pedem chá e torta, mesmo que tenham outras coisas no cardápio, é como se fosse uma tradição e, por muito tempo, foi um ponto de encontro final depois de uma trilha que era muito famosa entre o grupo hippie.

Para resumir, esses países te causam coisas que dificilmente você viveria se não o conhecesse, é um choque de culturas que gera curiosidade, encanto e muda sua percepção do mundo, pois é impossível se deparar com a religião, a cultura a realidade indiana e não refletir e ser um pouco mudado.  

Quer receber mais conteúdos? Assine!

arrow&v